Gonzagão gravou 627 músicas em 266 discos.

Os discos assim se dividem:
78 RPM = 125
LPs de 12" = 79
LPs de 10" = 6
Compactos Simples e Duplos (33 e 45 RPM) = 41
LPs de coletâneas = 15

MUSICAS:
53 músicas de sua autoria
243 de sua autoria com parceiros
331 de outros autores/compositores.

Abaixo, musicografia completa, em ordem cronológica:

1941
Véspera de São João (Luiz Gonzaga e Francisco Reis);

Numa serenata (Luiz Gonzaga);
Saudade de São João del-Rei (Simão Jandi);
Vira e mexe (Luiz Gonzaga);
Nós queremos uma valsa (Nassara e Frasão);
Arrancando caruá (Luiz Gonzaga);
Farolito (Agustín Lara):
Segura a polca (Xavier Pinheiro).

1942
Saudades de Ouro Preto (Luiz Gonzaga);
Pé de serra (Luiz Gonzaga);
Saudade (Carlos Dias Carneiro);
Apitando na curva (Luiz Gonzaga);
Sanfonando chorinho (Luiz Gonzaga);
Verônica (Luiz Gonzaga);
Calangotango (Luiz Gonzaga);
Minha Guanabara (Francisco Reis);
Saudades de Areal (Mário Magalhães);
Pisa de mansinho (Luiz Gonzaga);
Seu Januário (Luiz Gonzaga);
Santana (Luiz Gonzaga);
Aquele chorinho - (Luiz Gonzaga);
Ligia (Luiz Gonzaga).

1943
Apanhei-te cavaquinho (Ernesto Nazaré);
Ivone (Xavier Pinheiro);
Manolita (Leo Daniderff);
O chamego da Guiomar (Luiz Gonzaga);
Araponga (Luiz Gonzaga);
Meu passado (Luiz Gonzaga e Waldemar Gomes);
Destino (Carneiro Filho e Vasco Gomes);
Galo garnizé (Luiz Gonzaga e Antonio Almeida).

1944
Subindo ao céu (Aristides M. Borges);
Fuga da África (Luiz Gonzaga);
Recordações de alguém (Bisoga);
Pingo namorando (Luiz Gonzaga);
Escorregando (Ernesto Nazaré);
Madrilena (Antônio Almeida e Luiz Gonzaga);
Luar do Nordeste (Luiz Gonzaga);
Bilu-bilu (Luiz Gonzaga);
Xodó (Luiz Gonzaga);
Caprichos do destino (Odete Duprat Fiúze);
Vanda (Luiz Gonzaga);
Catimbó (Carneiro Filho e Vasco Gomes);
Despedida (Luiz Bittencourt);
Passeando em Paris (Luiz Gonzaga);
Aperriado (Luiz Gonzaga);
Fazendo intriga (Luiz Gonzaga).

1945
Provocando as cordas (José Miranda Pinto);
Última inspiração (Peterpan);
Dança Mariquinha (Luiz Gonzaga e Miguel Lima);
Impertinente (Luiz Gonzaga);
Na hora h (Luiz Gonzaga);
Nara (Luiz Gonzaga);
Penerô xerém (Luiz Gonzaga e Miguel Lima);
Sanfona dourada (Luiz Gonzaga);
Bolo mimoso (Tito Ramos);
Dança do macaco (Luiz Gonzaga);
Queixumes (Noel Rosa e Henrique Brito);
Zinha (Carneiro Filho); Caxangá (Luiz Gonzaga);
Cortando pano (Luiz Gonzaga, Miguel Lima e Jeová Portela);
Festa napolitana (Inácio de Oliveira);
Ovo azul (Miguel Lima e Paraguaçu);
Perpétua (Luiz Gonzaga e Miguel Lima).

1946
Marieta (Luiz Gonzaga);
De Juazeiro a Pirapora (Luiz Gonzaga);
É pra rir ou não é? (Luiz Gonzaga e Carlos Barroso);
Devolve (Mário Lago);
Não quero saber (Mário Lago);
Ó de casa (Luiz Gonzaga e Mário Rossi);
Chamego das cabrochas (Miguel Lima e Luiz Gonzaga);
Não bate nele (Zé Fechado e Lourenço Pereira);
Calango da lacraia (Luiz Gonzaga e Jeová Portela);
Pão-duro (Assis Valente e Luiz Gonzaga);
Sabido (Luiz Gonzaga); Saudades de Matão (Jorge Galati);
Brejeiro (Ernesto Nazaré); Toca uma polquinha (Luiz Gonzaga);
Feijão cum côve (Jeová Portela e Luiz Gonzaga);
Eu vou cortando (Miguel Lima, Luiz Gonzaga e Jeová Portela);
Cai no frevo (Luiz Gonzaga);
No meu pé de serra (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira);
Pagode russo (Luiz Gonzaga).

1947
Vou pra roça (Luiz Gonzaga e Zé Ferreira);
Asa-branca (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira);
Balanço do calango (Luiz Gonzaga e Jeová Portela);
Coração de mulher (Zezinho);
Todo homem quer (Peterpan e José Batista);
Tenho onde morar (Luiz Gonzaga e Dário de Sousa);
Quer ir mais eu? (Luiz Gonzaga e Miguel Lima);
Pau-de-sebo (Dunga e Luiz Gonzaga).

1948
Moda da mula preta (Raul Torres);
Firim, firim, firim (Luiz Gonzaga e Alcebíades Nogueira).

1949
Lorota boa (Humberto Teixeira e Luiz Gonzaga);
Mangaratiba (Humberto Teixeira e Luiz Gonzaga);
Juazeiro (Lujz Gonzaga e Humberto Teixeira);
Baião (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira);
Siridó (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira);
Légua tirana (Humberto Teixeira e Luiz Gonzaga);
Vou mudar de couro (Humberto Teixeira e Luiz Gonzaga);
Gato angorá (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira);
Vem morena (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
Quase maluco (Vitor Simon e Luiz Gonzaga);
Dezessete léguas e meia (Humberto Teixeira e Carlos Barroso);
Forró de Mané Vito (Luiz Gonzaga e Zé Dantas).

1950
Assum-preto (Humberto Teixeira e Luiz Gonzaga);
Cintura fina (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
Chofer de praça - (Evaldo Rui e Fernando Lobo);
No Ceará não tem disso não (Guio de Morais);
Xanduzinha (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira);
A volta da asa-branca (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
Macapá (Humberto Teixeira e Luiz Gonzaga);
Boiadeiro (Klécius Caldas e Armando Cavalcanti);
Adeus Rio de Janeiro (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
Rei bantu (Luiz Gonzaga e Zé Dantas);
Estrada de Canindé (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira);
O torrado (Luiz Gonzaga e Zé Dantas);
Qui nem jiló (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira);
Paraíba (Humberto Teixeira e Luiz Gonzaga);
Respeita Januário (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira);
A dança da moda (Zé Dantas e Luiz Gonzaga).

1951
Mariá (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
Amanhã eu vou (Beduíno e Luiz Gonzaga);
Olha pro céu (José Fernandes e Luiz Gonzaga);
Propria (Guio de Morais e Luiz Gonzaga);
Tô sobrando (Luiz Gonzaga e Hervê Clodovil);
Moreninha, moreninha (Hervê Clodovil e Luiz Gonzaga);
Madame Baião (Luiz Gonzaga e Davi Nasser);
Conversa de barbeiro (Davi Nasser e Luiz Gonzaga);
Sabiá (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
Cigarro de paia (Klécius Caldas e Armando Cavalcanti);
Baião da Penha (Guio de Morais e Davi Nasser);
Baião na garoa (Luiz Gonzaga).

1952
São João do Carneirinho (Luiz Gonzaga e Guio de Morais);
Imba1ança (Luiz Gonzaga e Zé Dantas);
São João na roça (Luiz Gonzaga e Zé Dantas);
Juca (Lupicínio Rodrigues);
Catamilho na festa (Luiz Gonzaga);
Pau-de-arara (Luiz Gonzaga e Guio de Morais);
Acauã (Zé Dantas);
Adeus Pernambuco (Manezinho Araújo e Hervê Clodovil);
Baião na garoa (Luiz Gonzaga e Hervê Clodovil);
Piauí (Sílvio Moacir de Araújo);
Marabaixo (Julião Tomás Ramos);
Jardim da saudade (Lupicínio Rodrigues e Alcides Gonçalves);
Xaxado (Luiz Gonzaga e Hervê Clodovil);
Vamos xaxear (Geraldo Nascimento e Luiz Gonzaga);
Beata Mocinha (Manezinho Araújo e Zé Renato);
O balaio de Veremundo (Luiz Gonzaga e Zé Dantas);
Pronde tu vai Luiz? (Luiz Gonzaga e Zé Dantas);
Januário vai tocar (Januário José dos Santos).

1953
Moreninha tentação (Sílvio Moacir de Araújo e Luiz Gonzaga);
Saudade de Pernambuco (Sebastião Rosendo e Salvador Miceli);
O xote das meninas (Luiz Gonzaga e Zé Dantas);
Treze de dezembro (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
São João chegou (Marisa P. Coelho e Luiz Gonzaga);
O casamento de Rosa (Luiz Gonzaga e Zé Dantas);
A letra i (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
Algodão (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
ABC do sertão (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
Vozes da seca (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
Paraxaxá (Luiz Gonzaga e Sílvio Moacir de Araújo);
A vida do viajante (Luiz Gonzaga e Hervê Clodovil).

1954
Feira de Gado (Luiz Gonzaga e Zé Dantas);
Velho Novo-Exu (Luiz Gonzaga e Sílvio Moacir de Araújo);
Olha a pisada (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
Vô casá já (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
Noites brasileiras (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
Lascando o cano (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
Cana, só de Pernambuco (Luiz Gonzaga e Vitor Simon);
Relógio baião (Sérgio Falcão e José Roi);
A canção do carteiro (Mauro Pires e Mércia Garcia);
Cartão de Natal (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
Velho pescador (Luiz Gonzaga e Hervê Clodovil);
Minha fulô (Luiz Gonzaga e Zé Dantas).

1955
Baião granfino (Marcos Valentim);

Só vale quem tem (Luiz Gonzaga e Zé Dantas);
Paulo Afonso (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
Padroeira do Brasil (Luiz Gonzaga e Raimundo Grangeiro);
Café (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
Cabra da peste (Luiz Gonzaga e Zé Dantas);
Baião dos namorados (Sílvio Moacir de Araújo);
Ai amor (Luiz' Gonzaga e Zé Dantas);
Forró do Zé Tatu (Zé Ramos e Jorge de Castro);
Riacho do Navio (Zé Dantas e Luiz Gonzaga).

1956
Buraco de tatu (Jair Silva e Jadir Ambrósio);
Açucena cheirosa (Rômulo Pais e Celso Garcia);
Mané e Zabé (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
Lenda de São João (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
O cheiro da Carolina (Zé Gonzaga e Amorim Roxo);
Aboio apaixonado (Luiz Gonzaga);
Derramaro o gai (Luiz Gonzaga e Zé Dantas);
Vassouras (Luiz Gonzaga e Davi Nasser);
Tacacá (Luiz Gonzaga e Lourival Passos);
Chorão (Luiz Gonzaga);
Praia dengosa (Luiz Gonzaga e Zé Dantas);
Tesouro e meio (Luiz Gonzaga);
Siri jogando bola (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
Saudade da Boa Terra (Maruim e Ari Monteiro).

1957
A Feira de Caruaru (Onildo Almeida);
Capital do Agreste (Onildo Almeida e Nelson Barbalho);
O passo da rancheira (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
São João antigo (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
Quarqué dia (Jairo Argileu e Heron Domingues);
Malhada dos bois (Luiz Gonzaga e Amâncio Cardoso);
São João no arraiá (Zé Dantas);
Testamento de caboclo (Renê Bittencourt e Raul Sampaio);
Dias dos Pais (Luiz Gonzaga e Chico Anísio);
Estrela de ouro (Antônio Barroso e José Batista);
Linda brejeira (Rui Morais e Silva Joaquim Lima);
Meu Pajeú (Luiz Gonzaga e Raimundo Grangeiro);
O delegado no côco (Zé Dantas);
Comício no mato (Joaquim Augusto e Nelson Barbalho);
Sertão sofredor (Joaquim Augusto e Nelson Barbalho);
Gibão de couro (Luiz Gonzaga);
Moça de feira (Armando Nunes e Jeová Portela);
Xote das moças (Nelson Barbalho e Joaquim Augusto);
Forró no escuro (Luiz Gonzaga).

1958
Festa no céu (Zeca do Pandeiro e Edgar Nunes);
Que modelo são os seus (Luiz Gonzaga);
Balance eu (Luiz Gonzaga e Nestor de Holanda);
Dezessete e setecentos (Luiz Gonzaga e Miguel Lima);
Chamego (Luiz Gonzaga e Miguel Lima);
O torrado da Lili (Helena Gonzaga e Miguel Lima);
Bamboleando (Luiz Gonzaga e Miguel Lima);
Três e trezentos (Miguel Lima e Gerson Filho);
Chorei, chorão (Luiz Gonzaga e Lourival Passos).

1959
Xote do véio (Nestor de Holanda e Joaquim Augusto);
Sertanejo do norte (João Vale e Ari Monteiro).

1960
Meu padrim (F. Marcelino);
Casamento atrapaiado (Walter Levita e Renato Araújo);
Marcha da Petrobrás (Nelson Barbalho e Joaquim Augusto);
Amor da minha vida (Raul Sampaio e Benil Santos).

1961
Capitão jagunço (Paulo Dantas e Barbosa Lemos);
Baldrama macia (Arlindo Pinto e Anacleto Rosas);
Creusa morena (Lourival Passos e Luiz Gonzaga);
Dedo mindinho (Luiz Gonzaga);
Amor que não chora (Erasmo Silva);
O tocador quer beber (Carlos Diniz e Luiz Gonzaga);
Na cabana do rei (Catulo de Paula e Jaime Florense);
Aroeira (Barbosa Lessa);
Rosinha (Nelson Barbalho e Joaquim Augusto);
Corridinho Canindé (Luiz Gonzaga e Lourival Passos);
Só se rindo (Alvarenga e Ranchinho);
Alvorada da paz (Luiz Gonzaga e Lourival Passos).

1962
Vida de vaqueiro (Luiz Gonzaga);
Maceió (Lourival Passos);
Fogueira de São João (Luiz Gonzaga e Carmelina);
Ô véio macho (Rosil Cavalcanti);
Balance a rede (Zé Dantas);
Sanfoneiro Zé Tatu (Onildo Almeida);
De Teresina a São Luiz (João Vale e Helena Gonzaga);
Forró do Zé Antão (Zé Dantas);
Sertão de aço (José Marcolino e Luiz Gonzaga);
Serrote agudo (José Marcolino e Luiz Gonzaga);
No Piancó (José Marcolino e Luiz Gonzaga);
Pássaro carão (José Marcolino e Luiz Gonzaga);
Matuto aperriado (José Marcolino e Luiz Gonzaga);
A dança do Nicodemos (Luiz Gonzaga e José Marcolino).

1963
Pedido a São João (José Marcolino);
A festa do milho (Rosil Cavalcanti);
A morte do vaqueiro (Luiz Gonzaga e Nelson Barbalho);
Desse jeito sim (José Jatai e Luiz Gonzaga);
Liforme instravagante (Raimundo Granjeiro);
Pra onde tu vai baião? (João Vale e Sebastião Rodrigues);
Pisa no pilão (Zé Dantas); Amigo velho (Rosil Cavalcanti);
Eu vou pro Crato (Luiz Gonzaga e José Jatai);
Caboclo nordestino (José Marcolino);
Casamento improvisado (Rui de Morais e Silva);
Faz força Zé (Rosil Cavalcanti); Xô pavão (Zé Dantas);
A profecia (Zé Dantas);
Homenagem a Zé Dantas (Antônio Barros);
Zé Dantas (Onildo Almeida).

1964
Sanfona do povo (Luiz Guimarães e Helena Gonzaga);
Aquilo sim que era vida (Luiz Gonzaga e Jeová Portela);
O baião vai (Elias Soares e Sebastião Rodrigues);
Fogo do Paraná (João Vale e Helena Gonzaga);
Não foi surpresa (João Vale e João Silva);
Documento de matuto (Paulo Patrício);
Rainha do mundo (Jtilio Ricardo e Ari Monteiro);
Nordeste sangrento (Elias Soares);
Padre sertanejo (Pantaleão e Helena Gonzaga);
Nega Zefa (Severino Ramos e Noel Silva);
A carta (Isa Franco);
Fole gemedor (Luiz Gonzaga);
A triste partida (Patativa do Assaré);
Toque de rancho (Luiz Gonzaga e Jota Ferreira);
Cacimba Nova (José Marcolino);
Ave-Maria sertaneja (Julio Ricardo e O. de Oliveira);
Marimbondo (Luiz Gonzaga e José Marcolino);
Viva o Arigó (Geraldo Nunes);
Numa sala de reboco (José Marcolino e Luiz Gonzaga);
Cocotá (Luiz Guimarães e Helena Gonzaga);
Cantiga do vem-vem (José Marcolino e Pantaleão);
Forró do Zé do Baile (Severino Ramos);
Lembrança de primavera (Gonzaguinha).

1965
Fim de festa (Zito Borborema);
Polca fogueteira (Luiz Gonzaga);
Fogo sem fuzil (Luiz Gonzaga e José Marcolino);
Quero chá (Luiz Gonzaga e José Marcolino);
Boi-bumbá (Luiz Gonzaga e Gonzaguinha);
O maior tocador (Luiz Guirnarães);
Piriri (João Silva e Albuquerque);
Matuto de opinião (Luiz Gonzaga e Gonzaguinha).

1967
Xote dos cabeludos (José Clementino e Luiz Gonzaga);
Óia eu aqui de novo (Antônio Barros);
Hora do adeus (Onildo Almeida e Luis Queiroga);
Crepúsculo sertanejo (João Silva e Rangel);
Tu qué mingabelá (Luiz Gonzaga);
Xeêm (José Clementino e Luiz Gonzaga);
Contrastes de Várzea Alegre (José Clementino e Luiz Gonzaga);
Garota Todeschini (João Silva e Luiz Gonzaga);
Do lado qui relampêa (Luis Gulmarães);
Forró de Pedro Chaves (Luiz Gonzaga);
A sorte é cega (Luiz Guimarães); Ou casa ou morre (Elias Soares).

1968
Madruceu o milho (Sebastião Rodrigues e João Silva);
Vitória de Santo Antão (Elias Soares e Pilombeta);
Mazurca (Luiz Gonzaga e Raimundo Grangeiro);
A cheia de 24 (Severino Ramos);
De Juazeiro a Crato (Luiz Gonzaga e Julinho);
O andarilho (Dalton Vogeler e Orlando Silveira);
Lenha verde (João Silva e Luiz Gonzaga);
Côco xeêm (Severino Ramos e Jaci Santos);
Manduquinha (Luis Guimarães);
Meu Araripe (João Silva e Luiz Gonzaga);
Rosa do Mearim (Luiz Guimarães);
Anita do Cipó (Jaci Santos e Severino Ramos);
Canaã (Humberto Teixeira);
Pobreza por pobreza (Gonzaguinha);
Valha Deus, senhor São Bento (Antônio Almeida);
Festa (Gonzaguinha);
Nordeste pra frente (Luiz Gonzaga e Luis Queiroga);
Erva rasteira (Gonzaguinha);
O jumento é nosso irmão (Luiz Gonzaga e José Clementino);
Baião Polinário (Humberto Teixeira);
Saudades de Helena (Antônio Barros);
Diz que vai virar (Gonzaguinha);
Canto sem protesto (Luiz Gonzaga e Luis Queiroga);
Tique-taque, tique-taque (Antônio Almeida);
Chico Valente (Rildo Hora);
Viva o Rei (Zé Gonzaga e José Amâncio);
Louvação a Joao XXIII (Nertan Macedo e monsenhor Morão);
Bença mãe (Bob Nelson);
Prá não dizer que não falei de flores (Geraldo Vandré).

1970
Garimpeiro sonhador (Mário Rossi e Chico Xavier);
Já vou, mãe (Dominguinhos e Anastácia);
Cantei (Hugo Costa);
A noite é de São João (Antônio Barros);
Xote do saiote (Onildo Almeida);
O festão (Rildo Hora);
Sertão setenta (José Clementino);
Motivação nordestina (César Rousseau e Carlos Cardoso);
Frescobol (Rildo Hora e Helena Gonzaga);
Boca-de-forno (Tâ nia);
Raparam tudo (Severino Ramos);
Santo Antônio nunca casou (Luiz Gonzaga e João Silva).

1971
O coreto da pracinha (Altamiro CarriIho e Ribeiro Valente);
Ovo de codorna (Severino Ramos);
Dia de São João (Rildo Hora);
Coronel Pedro do Norte (Nelson Valença);
Lulu Vaqueiro (Nelson Valença);
O urubu é um triste (Nelson Valença);
Chuculatera (Antônio Carlos e Jocafi);
Procissão (Gilberto Gil);
Morena (Gonzaguinha);
Cirandeiro (Capinam e Edu Lobo);
Caminho de Pedra (Tom Jobim e Vinicius de Morais);
Vida ruim (Catulo de Paula);
O milagre (Nonato Buzar);
No dia que eu vim mimbora (Caetano Veloso e Gilberto Gil);
Fica mal com Deus (Geraldo Vandré);
O cantador (Dori Caymmi e Nelson Mota);
Bicho, eu vou voltar (Humberto Teixeira).

1972
Aquilo bom (Luiz Gonzaga e Severino Ramos);
Bandeira 2 (Fred Falcão e Arnoldo Medeiros);
Pra frente Goiás (Prof. Zefirino);
Se não fosse este rneu fole (Luiz Gonzaga e Severino Ramos);
Vaqueiro véio (João Silva e J. B. de Aquino);
Meu pequeno Cachoeiro (Raul Sampaio);
From United States of Piauí (Gonzaguinha);
Forró do Ze Buchudo (Severino Ramos e Helena Gonzaga);
Meu Chevrolet (Roberto Martins);
Ana Rosa (Humberto Teixeira);
Corrida de mourão (Pedro Bandeira);
3X4 Marilu (Humberto Teixeira e Maria Terezinha).

1973
A Nova Jerusalém (Janduhi Finizola);
Baião de São Sebastião (Humberto Teixeira);
Cantarino (Luiz Gonzaga e Nelson Valença);
Cidadão de Caruaru (Janduhi Finizola e Onildo Almeida);
Facilita (Luis Ramalho);
Fogo-pagou (Rivaldo Serrano de Andrade);
Indiferente (Luiz Gonzaga e Severino Ramos);
Juvina (Luiz Gonzaga e Nelson Valença);
Só xote (Onildo Almeida);
O bom improvisador (Luiz Gonzaga e Nelson Valença);
Samarica parteira (Zé Dantas e Luiz Gonzaga);
Mulher de hoje (Luiz Gonzaga e Nelson Valença);
O fole roncou (Nelson Valença e Luiz Gonzaga).

1974
A mulher do meu patrão (Nelson Valença);
Cavalo crioulo (Luiz Gonzaga e Janduhi Finizola);
Bom?... pra uns... (Juarez Santiago e Onildo Almeida);
Choromingô (Luiz Gonzaga);
Daquele jeito (Luiz Gonzaga e Luis Ramalho);
É sem querer (Luiz Gonzaga e Onildo Almeida);
Fole danado (Nelson Valença);
Frei Damião (Janduhi Finizola);
O vovô do baião (Severino Ramos e João Silva);
Retrato de urn forró (Luiz Gonzaga e Luis Ramalho);
Sangue de nordestino (Luiz Gonzaga);
Teitei no arraiá. (Onildo Almeida).

1976
Capim novo (Luiz Gonzaga e José Clementino);
Carapeba (Luis Bandeira e Julinho);
Sanfona sentida (Dominguinhos e Anastácia);
Mané Gambá (Luiz Gonzaga e Jorge de Altinho);
Saudade dói (Humberto Teixeira);
Bandinha de fé (Hildelito Parente);
Fulô da maravilha (Luis Bandeira);
Quero ver (D. Matias);
São João nas capitá (Luiz Gonzaga e Luis Ramalho).

1977
Chá cutuba (Humberto Teixeira);
Baião de dois (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira);
Onde tá tu neném (Luis Bandeira);
Jesus sertanejo (Janduhi Finizola);
A morte do meu avô (Nelson Valença);
Chapéu de couro e gratidão (Luiz Gonzaga e Aguinaldo Batista);
Menestrel do sol (Nelson Valença);
Forró fungado (Dominguinhos e Anastácia);
São Francisco do Canindé (Julinho e Luis Bandeira);
Cabocleando (Eduardo Casado);
Não é só a Paraíba que tern Zé (Luiz Gonzaga);
Tambaú (Severino Ramos e Silvino Lopes);
Karolina com K (Luiz Gonzaga).

1978
Alegria de pé de serra (Dominguinhos e Anastácia);
Engenho Massangana (Capiba);
Serena no mar (Sivuca e Glorinha Gadelha);
Salmo dos aflitos (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira);
Umbuzeiro da saudade (Luiz Gonzaga e João Silva);
Viola de Penedo (Luis Bandeira);
Nunca mais eu vi esperança (Sivuca e Glorinha Gadelha);
Onde o Nordeste garôa (Onildo Almeida);
Dengo maior (Humberto Teixeira e Julinho);
Quiriquiqui (Luiz Gonzaga e Audizio Brizeno);
Pai-nosso (Janduhi Finizola).

1979
Orélia (Humberto Teixeira);
O mangangá (Luis Ramalho);
Súplica cearense (Gordurinha e Nelinho);
Acordo às quatro (Marcondes Costa);
Romance matuto (Luis Bandeira);
Sorriso cativante (Dominguinhos e Anastácia);
Manoelito cidadão (Luiz Gonzaga e Helena Gonzaga);
Sou do banco (Hildelito Parente e JoséClementino);
O caçador (Janduhi Finizola);
Rio Brígida (Luiz Gonzaga e Gonzaguinha);
Alvorada nordestina (Orlando Silveira e Dalton Vogeler);
Adeus a Januário (João Silva e Pedro Maranguape)

1980
Obrigado João Paulo (Luiz Gonzaga e padre Gotardo Lemos);
Mamulengo (Luis Bandeira);
O homem da terra (Walter Santos e Teresinha Sousa);
La vai pitomba (Luiz Gonzaga e Onildo Almeida);
O mote "Maquinista e Sacristão" (Luis Bandeira);
Cananá (Venâncio e Aparício Nascimento);
O adeus da asa-branca (Dalton Vogeler);
Cego Aderaldo (João Silva e Pedro Maranguape);
Tropeiros de Borborema (Rosil Cavalcanti).

1981
Luar do sertão (Catulo da Paixão Cearense);
Lampião falou (Venâncio e Aparício Nascimento);
Depois da derradeira (Dominguinhos e Fausto Nilo);
A ligeira (Guio de Morais e Haroldo Barbosa);
Ranchinho da praia (Francisco Elion);
Não vendo nem troco (Luiz Gonzaga e Gonzaguinha);
Portador do amor (Luis Bandeira e Julinho);
O resto a gente ajeita (Luiz Gonzaga e Dalton Vogeler);
Os bacamarteiros (Luiz Gonzaga e Janduhi Finizola);
Pesqueira centenária (Nelson Valença).

1982
Prece por Novo-Exu (Luiz Gonzaga e Gonzaguinha);
Farinhada (Zé Dantas);
Dança do capilé (Rildo Hora e Humberto Teixeira);
Maria Cangaceira (Teo Azevedo);
Tristezas do Jeca (Angelino Oliveira);
Alma do sertão (Renato Murce);
Eterno cantador (Alemão e Elzo Augusto);
Frutos da terra (Jurandir da Feira);
Razão do meu querer (Julinho e Anastácia);
Acácia amarela (Luiz Gonzaga e Orlando Silveira).

1983
Sequei os olhos (Luiz Gonzaga e João Silva);
Casa de caboclo (Hekel Tavares e Luis Peixoto);
Piano piloto (Carlos Fernando e Alceu Valença);
Canto do povo (Jurandir da Feira);
Cidadão sertanejo (Luiz Gonzaga e João Silva);
A peleja do Gonzagão x Teo Azevedo (Teo Azevedo);
O Papa e o jegue (Luiz Gonzaga e Otacílio Batista);
Lampião (Luiz Gonzaga e Solange Veras);
Saudade do velho (Orlando Silveira e Beatriz Dutra);
Projeto Asa-branca (Luiz Gonzaga e José Marcolino);
Xengo (Rildo Hora e Humberto Teixeira);
Tamborete de forró (Artúlio Reis);
Forró de Ouricuri (Luiz Gonzaga e João Silva).

1984
Pagode russo (Luiz Gonzaga e João Silva);
Danado de bom (Luiz Gonzaga e João Silva);
Pense n'eu (Gonzaguinha);
Nessa estrada da vida (Valdi Geraldo e Aparecido José);
Regresso do Rei (Luiz Gonzaga e Onildo Almeida);
Sanfoninha choradeira (Luiz Gonzaga e João Silva);
São João sem futrica (João Silva e Zé Mocó);
Aproveita gente (Onildo Almeida);
Lula, meu filho (Luiz Gonzaga e Aguinaldo Batista);
Terra, vida e esperança (Jurandir da Feira).

1985
Deixa a tanga voar (Luiz Gonzaga e João Silva);
Forró número1 (Cecéu);
A puxada (Luiz Gonzaga e João Silva);
Maria Baiana (João Silva e Zé Mocó);
Sanfoneiro macho (Luiz Gonzaga e Onildo Almeida);
Flor do lírio (Luiz Gonzaga e João Silva);
Eu e minha branca (Gonzaguinha e Gonzagão);
Forró do bom (Luiz Gonzaga e João Silva);
Morena bela (Luiz Gonzaga e João Silva);
Tá bom demais (Onildo Almeida e Luiz Gonzaga);
A muiher do sanfoneiro (Luiz Gonzaga e João Silva);
Amei à toa (João Silva e Joquinha Gonzaga).

1986
Forró de cabo a rabo (Luiz Gonzaga e João Silva);
Forró da miadeira (Antônio Barros);
Passo fome, mas não deixo (João Silva e Zé Mocó);
Boca de Caieira (Zé Marcolino e Zé Mocó);
Rodovia Asa Branca (Luiz Gonzaga e João Silva);
Xote machucador (Dominguinhos e João Silva);
Viva meu Padim (Luiz Gonzaga e João Silva);
Engabelando (Cecéu e Bella Maria);
Forronerão (Renato Borghetti);
Queimando lenha (Onildo Almeida);
Quadrilha chorona (Luiz Gonzaga e Maranguape);
Eu e meu fole (Zé Marcolino).

1987
DE FIÁ PAVI
1- De fiá pavi ( João Silva/Oseinha)
2- Zé budega(Cecéu)
3- Nem se despediu de mim (Luiz Gonzaga/J.Silva
4- De olho no candeeiro (J.Silva/L.Gonzaga)
5- Quero ver correr moleque (Luiz Guimarães)
6- Forró no interior (J.Silva/Oseinha)
7- Eu me enrabicho (J.Silva/Pollyana)
8- Doutor do baião ( L.Gonzaga/J.Silva)
9-Forró do Zé Antão ( Zé Dantas )
10- Festa de Santo Antonio (Alcymar Monteiro/João Paulo Jr.)
11- Mariana c/Gonzaguinha (Gonzaguinha/Gonzagão)
12-Tóca pai (L.Gonzaga/J.Silva)
13- Pobre do sanfoneiro (L.Gonzaga/João Silva)

1988
AÍ TEM
1- Bom prá eu (Jorge de Altinho)
2- Aí tem (João Silva/Zé Mocó)
3- Tá qui prá tu c/Geraldo Azevedo ( J.Silva/L.Gonzaga)
4- No canto do salão (Nando Cordel)
5- Prá que mais mulher (João Silva/L.Gonzaga)
6- Moela e coração (Cecéu/Zé Mocó)
7- Fruta madura (João Silva/L.Gonzaga)
8- Outro amanhã será (L.Gonzaga/João Silva)
9- Vamos ajuntar os troços c/Carmélia Alves (Antonio Barros)
10- Forró Gostoso (J.Silva/L.Gonzaga)
11- Cajueiro Velho (Cecéu)
12- Recado doVelho (L.Gonzaga/J.Silva)
13- Dá licença prá mais um c/Joquinha Gonzaga ( J.Silva/Raimundo Evangelista)

1989
Vou te matar de cheiro (Luiz Gonzaga e João Silva);
Uma pra mim, uma pra tu (Luiz Gonzaga e João Silva);
Vê se ligas para mim (João Silva e Luiz Gonzaga);
Arcoverde meu (João Silva e Luiz Gonzaga);
Coração molim (Cecéu);
Baião agrário (Cecéu e Maranguape);
Xote ecológico (Aguinaldo Batista e Luiz Gonzaga);
Ladrão de bode (Rui Morais e Silva);
Pedaço de Alagoas (Edu Maia);
Na lagoa do amor (Cecéu);
Já era tempo (luiz Gonzaga e João Silva);
Faça isso não (João Silva e Geraldo Nunes).

FORROBODÓ CIGANO :: INSTRUMENTAL:
1- Forrobodó Cigano (L.Gonzaga)
2- Ói o frevo (J.Silva/L.Gonzaga)
3- Arrasta o Frevo (J.Silva/L.Gonzaga)
4- Depois da festa ( L.Gonzaga/J.Silva)
5- Xaxá mulher (L.Gonzaga/J.Silva)
6- Do jeito que vocês gostam (Luiz Gonzaga/J.Silva)
7- Ao mestre Capiba ( L.Gonzaga/J.Silva)
8- Forró Apracatado (J.Silva/L.Gonzaga)
9- Festa na roça (Mário Zan/Palmeira
10- Meus 18 anos (J.Silva/L.Gonzaga)
11- Tá ruço ( L.Gonzaga/J.Silva)
12- Manhã de junho (L.Gonzaga/J.Silva)
13- Baile na Roça(Tinoco/Nadir)

LUIZ GONZAGA E SUA SANFONA :: VOL. 2
1- Tarantelando;
2- Galope manso;
3- Sol de Olinda;
4- Só xaxando;
5- Budegando;
6- Apanhadora de algodão;
7- Poraneu - dança dos imperiais ( D.P. adaptação Zé Pipa);
8- Freviando;
9- Prá poeira;
10- Forró atarrancado;
11- Forró no Jaqueirão;
12- Xote rodado;
13- Bia no frevo (D.P. adaptação Zé Pipa);
14- Forró do joquinha ( L.Gonzaga/Joquinha Gonzaga)

As demais músicas, de Luiz Gonzaga e João Silva.
AQUARELA NORDESTINA ::
1- A rede véia ( Luiz Queiroga/Coronel Ludugero);
2- Vamos chegando prá lá (J.Silva/Luiz Gonzaga);
3- Menino de Braçanã (Luiz Vieira/Arnaldo Passos);
4- Os Olhinhos do menino ( Luiz Vieira);
5- Aproveita xará (J.Silva/Maranguape);
6- Aqurela Nordestina ( Rosil Cavalcante);
7- Quero uma mulher (L.Gonzaga/J.Silva);
8- Me afubelo (J.Silva/Zé Mocó);
9- Cidadão ( Lúcio Barbosa);
10- Canto do Sabiá ( Zé Alves Jr/Antonio D. Rabelo);
11- Prá não morrer de tristeza (J.Silva/K.Boclinho);
12- Bia no frevo (D.P. adaptação Zé Pipa).

ESSE FOI O ÚLTIMO LP DE LUIZ GONZAGA.

COMPARTILHE ESSE CONTEÚDO